sábado, 6 de abril de 2013

quinta-feira, 4 de abril de 2013

Look...The Sun Is Rising

Estava aqui a ouvir o novel álbum dos Flaming Lips (boa malha!) cujo título da primeira música coloquei em título. Realmente este é o final de época em que tudo se decide e nos pode dar uma época memorável.

O vocalista dos Flaming Lips, Wayne Coyne, disse na release:
"We want, or wanted, to believe that without love we would disappear, that love, somehow, would save us that, yeah, if we have love, give love and know love, we are truly alive and if there is no love, there would be no life."

E é isto. Neste momento só quero saber do meu Benfica. Estou-me nas tintas (para um usar uma expressão suave) para se o Sporting consegue alcançar o magnífico 5º lugar, ou se o FC Porto afinal já acha que a Taça da Liga é uma competição para ganhar. Quero, sim, que o Benfica ganhe contra o Newcasten, depois contra o Olhanense, contra o Sporting, e até ao fim, rumo a uma época Gloriosa!

CARREGA!!




terça-feira, 2 de abril de 2013

No Brasil não há...


«No Brasil não há paciência para jogadores como o Lima»
Crédito da foto: jornal "A Bola"

A tirada, que faz manchete no jornal "A Bola" pertence a Emerson Leão fundamentado da seguinte maneira:
«Com a bola nos pés não é um jogador de grandes decisões, mas é um goleador. Jogadores como ele devem ser analisados não pela técnica, mas pelo custo/benefício, pelos golos que marcam. O Benfica está claramente a ganhar. Mas acho que seja difícil ele ir à seleção pelas características que já referenciei.»
Ora tendo em conta o seu percurso quer no Braga como, sobretudo, no Benfica aquilo que Lima tem provado é que não é apenas um goleador, mas um avançado que joga para a equipa, inteligente nos compassos que faz e na forma como muitas vezes desequilibra fugindo para as linhas e arrancar algumas assistências. Está longe de ser um daqueles avançados que se destaca apenas pela sua fome a apetência para golo como, por exemplo, se caracteriza um jogador como Cardozo.

Mais, trata-se de um jogador ofensivo capaz de manter o seu estilo mesmo aos 29 anos quando, por norma, todos os outros avançados brasileiros terminam as suas carreiras aos 26 anos.

Perante isto, resta-nos pensar que o que não há no brasil são treinadores capazes, ao nível do talento que abunda no país.

segunda-feira, 1 de abril de 2013

O dia das mentiras e o jornal “Record”


É usual as publicações, no dia 1 de Abril, aproveitarem para veicular e fabricar uma notícia falsa, com o intuito de celebrar o dia das mentiras.

 O jornal “Record”, invariavelmente, tem optado por idear notícias sobre o Benfica. Parece que, também, faz parte da tradição…

Este ano, contudo, a notícia é de tremendo mau gosto: pelo conteúdo, pelo momento da época desportiva e pela luta que, ainda, subsiste para a conquista do campeonato.

Inventar que, Jorge Jesus falou directamente com Pinto da Costa e que garantiu que iria para o FCP, caso o Benfica não igualasse a proposta contratual, é infeliz e atenta contra a boa imagem do nosso treinador e do próprio Clube.
 
 

Sacar partido do dia das mentiras, para tentar desestabilizar o maior clube português nesta fase da época, é atitude que fica mal ao jornal desportivo com maior tiragem em Portugal. Para mais, quando existiam mentiras bem mais interessantes, por exemplo: o Pandev, afinal, votou no Vítor Pereira na eleição para melhor treinador do mundo; o Liedson recebeu o dragão de ouro relativo à melhor contratação da época ou o Jackson e o Moutinho querem continuar a jogar no Porto no próximo ano… Porque não veicular uma destas mentiras, fica aqui a sugestão.

P.S: No ano passado, o Jornal Record noticiou, no dia 1 de Abril, que o Lima tinha sido contratado pelo Benfica. Felizmente, nesse caso, embora com uns meses de atraso e com contornos distintos, acabaram por acertar. Desta vez, aproveitando a embalagem “pascal”, com o duplo sentido que esta acarreta para Jesus, "rezo" para que esta se mantenha uma mera mentira. Porque ninguém acredita, que o presidente do FCP enjeitasse a possibilidade de contratar o JJ. No entanto, nem sequer coloco essa possibilidade, parafraseando o "nosso" mestre da táctica - "Quando se chega ao maior clube português alguém pode querer andar para trás?"
 

Final de época a abrir

Apesar de JJ nos prometer "meio a zero" e de nos presentear com uma "meia a um", continuo optimista para este final de época. Em relação ao cansaço, apenas transcrevo as minhas palavras do final de Fevereiro, quando alguns assobiavam e outros auguravam o típico cansaço de final de época das equipas de Jesus:

«Estou ainda mais contente porque um grupo de jogadores que achava estarem em baixo de forma (e não, como referi, cansados), de onde sobressaíam Salvio e Ola John, e de modo um pouco mais ténue Garay, Melgarejo e Maxi, estão, aparentemente, a regressar à boa forma. E bem sabemos como é importante os extremos, que são os nosso principais desequilibradores, estarem bem. 
Se a isto juntarmos um Nico que, quando joga (e isto de não jogar mais vezes é para mim um mistério) mostra classe, um Luisão em grande forma, um Enzo e um Matic que até aproveitam um jogo destes para retemperar forças, não posso deixar de estar optimista para os próximos 3 meses.»
No último sábado vimos uma equipa "fresquinha que nem uma alface" e a preparar-se já para os próximos jogos. E olhem que temos um final de época rasgadinho. Vejamos

FC Porto
SL Benfica
3/4: Rio Ave (c), [Taça da Liga]
4/4: Newcastle (c)
7/4: Sp. Braga (c)
7/4: Olhanense (f)
(14/4: Final da Taça da Liga - Braga)
11/4: Newcastle (f)

17/4: P. Ferreira (c) [Taça de Portugal]
21/4: Moreirense (f)
21/4: Sporting (c)

25/4: 1ª mão das meias finais da Liga Europa
28/4: V. Setúbal (c)
28/4: Marítimo (f)

2/5: 2ª mão das meias finais da Liga Europa
5/5: Nacional (f)
5/5: Estoril (c)
12/5: Benfica (c)
12/5: FC Porto (f)

15/5: Final da Liga Europa
19/5: P. Ferreira (f)
19/5: Moreirense (c)

26/5: Final da Taça de Portugal


Coloquei a negrito os jogos teoricamente mais complicados. O jogo que me causa mais apreensão antes do clássico é o jogo contra o Marítimo, principalmente se a primeira mão das meias-finais for fora de casa. De resto, chegar ao Dragão com 4 pontos de vantagem seria óptimo, mas, se não é pedir muito, chegar já campeão permitir-nos-ia treinar com as dragonetes para a final da Liga Europa (eu sei, ainda faltam 4 jogos, mas vamos acreditar!).

Esperemos que o Braga tire uns pontos ao Porto no próximo jogo, até porque é importante para o Braga ir à Champions, principalmente agora que a empresa de António Salvador está carregadinha de dívidas a fornecedores. É que o Braga na Champions sempre pode fazer, como quem não quer a coisa, umas adjudicações directas à Britalar, e salvar o seu pobre Presidente.

Mas, mais importante, temos de ter fé neste final de época. O triplete pode ser nosso! CARREGA BENFICA!

Lima: "Deixa lá encher a barriguinha dos vila condenses, que com este temporal não devem ter ido ao mar."